só pra constar

carrego o passado nos braços, e nem sabia.

tem alguém aí?

visito lugares estranhos aqui dentro.
e faço apostas comigo mesma.
perco todas.

estes lugares parecem gritar por atenção.
e me puxam cada vez mais para eles.
sem perceber, rapidamente caio fora.

círculo viciante

eu vou; você vem
eu ouço; você pede
eu quero; você quer
eu espero
você, você, você

eu…! ahhh
je ne t’aime plus, mon amour

eu quero; você pensa
eu peço; você pensa
eu afirmo; você envolve, novamente

eu avanço; você trava
eu me jogo, você deixa cair
eu morro.

eu…! ahhh
je ne t’aime plus, mon amour

eu vou…

Fabrício Carpinejar responde

Ele precisava realmente de você naquela hora difícil, somente naquela hora.

Não caracterizaria o sujeito de canalha, parece ser extremamente carente, em desvalia e acostumado a não dar o que recebe.

Experimentou uma relação fantasma. Você viva e ele morto. Ambos tentando se comunicar. Mas o defunto não tem futuro, só passado. Suas ações são retrospectivas. 

O que me atormenta nos dias de hoje é o orgulho. É um desaforo pedir desculpa porque lembra submissão. É um disparate aceitar uma mudança porque soa como falta de personalidade. É um despropósito pensar pelo outro porque é autoritarismo. Quem merece ser cobrado se antecipa e cobra por ser cobrado. Não dá para fazer uma crítica que é o mesmo que não gostar. Contrariar é desrespeitar. Desejar ficar mais junto é tirar a liberdade.

Vejo muita afetação e pouco afeto.

A maioria somente procura o melhor para si, não para o relacionamento.

Os encontros são mais coincidências do que verdade.

Pedimos tanto espaço para respirar que os casais nem mais moram em casas separadas. Chegam a morar em mundos diferentes. Há mais um desejo de amizade do que de amor. Logo mais e a amizade vira coleguismo.

Paixão é empréstimo – somente pode ser paga com amor. Luís se mostra inadimplente. Terá infinitamente uma válvula de escape: o trabalho, crises, ex. Ensaia aproximação quando fragilizado, é rude quando se recupera e desaparece quando deveria sinalizar comprometimento. Não duvido que esteja se sentindo usada. Houve toda uma carga de sofrimento e doação que não foi correspondida.

Quando tentamos administrar o sentimento, o namoro está falido. Não existe como gerenciar a vida alheia ou acomodar expectativas antigas com as novas.

Ele foi tão ruim contigo que qualquer coisa que oferece – seja um telefonema, seja um olhar mais fixo – já está realizada. Diminuiu incrivelmente sua exigência, a ponto de encher seu depoimento de reticências.

Sei que gostaria que aconselhasse a insistir, mas ele morreu antes que vocês se conhecessem. Pode enterrar, caso ainda queira pagar o velório.

Beijo
Fabro

Dani, meu divã

Conversa amiga. Ela falando sobre mim, para mim:

tu tem uma coisa de essência muito bonita
aí é ALMA

mas isso ficou à sombra de uma pilha muito forte, uma alegria muito grande que parece até que tu não chora, não sofre, não sente  vende essa imagem poderosa de forte

que tem que te conhecer um pouco mais pra comprovar que tu é maravilhosa, nêga

que tu é essas coisas boas da vida

—————————————————————-

penso, agora.

singelo e sincero

não me importa tua profissão
não me importa teu nome
não me importa tua cor

só me importa o que carregas no peito
e isso deve ser apenas meu

me diz muito…

Noite dos Mascarados

Composição: Chico Buarque

– Quem é você?
– Adivinha se gosta de mim
Hoje os dois mascarados procuram os seus namorados perguntando assim:
– Quem é você, diga logo…
– …que eu quero saber o seu jogo
– …que eu quero morrer no seu bloco…
– …que eu quero me arder no seu fogo
– Eu sou seresteiro, poeta e cantor
– O meu tempo inteiro, só zombo do amor
– Eu tenho um pandeiro
– Só quero um violão
– Eu nado em dinheiro
– Não tenho um tostão…Fui porta-estandarte, não sei mais dançar
– Eu, modéstia à parte, nasci prá sambar
– Eu sou tão menina
– Meu tempo passou
– Eu sou colombina
– Eu sou pierrô
Mas é carnaval, não me diga mais quem é você
Amanhã tudo volta ao normal
Deixa a festa acabar, deixa o barco correr, deixa o dia raiar
Que hoje eu sou da maneira que você me quer
O que você pedir eu lhe dou
Seja você quem for, seja o que Deus quiser
Seja você quem for, seja o que Deus quiser

pra mim

Senhora das tempestades e dos mistérios originais
Quando tu chegas a terra treme do lado esquerdo.
Trazes a assombração, as conjunções fatais
E as vozes negras da noite,
Senhora do meu espanto e do meu medo.
Senhora das marés vivas e das praias batidas pelo vento
Senhora do vento norte com teu manto de sal e espuma
Há uma lua do avesso quando chegas
Há um poema escrito em página nenhuma.
Quando caminhas sobre as águas, Senhora dos sete mares.
Conjugação de fogo e luz e, no entanto, eclipse
Trazes a linha magnética da minha vida
Senhora da minha morte, quando tu chegas
Como essa música, Senhora dos cabelos de alga
Onde se escondem as divindades
Trazes o mar, a chuva e as procelas
Batem as sílabas da noite,
Batem os sons, os signos, os sinais
E és tu a voz que dita
Trazes a festa e a despedida
Senhora dos instantes, com tua roda dos ventos
E teu cruzeiro do sul
Senhora dos navegantes com teu astrolábios
E tua errância
Tudo em ti é partida, tudo em tu é distância

Tudo em ti é retorno, Senhora do vento
Com teu cavalo cor de acaso,
Teu chicote e tua ternura
Sobre a tristeza e a agonia.
Galopas no meu sangue com teu cateter chamado Pégaso
Senhora dos teoremas e dos relâmpagos marinhos
Senhora das tempestades e dos líquidos caminhos.
Quando tu chegas dançam as divindades
E tudo é uma alquimia
Tudo em ti é milagre
Senhora da energia…

Manuel Alegre

Salve, Chico

Chico Buarque, como sempre, diz tudo.

Sem Compromisso

Chico Buarque

Composição: Nelson Trigueiro / Geraldo Pereira

Você só dança com ele
E diz que é sem compromisso
É bom acabar com isso
Não sou nenhum pai-joão

Quem trouxe você fui eu
Não faça papel de louca
Prá não haver bate-boca dentro do salão

Quando toca um samba
E eu lhe tiro pra dançar
Você me diz: não, eu agora tenho par

E sai dançando com ele, alegre e feliz
Quando pára o samba
Bate palma e pede bis

Deixe a Menina

Chico Buarque

Composição: Chico Buarque

Não é por estar na sua presença
Meu prezado rapaz
Mas você vai mal
Mas vai mal demais
São dez horas, o samba tá quente
Deixe a morena contente
Deixe a menina sambar em paz

Eu não queria jogar confete
Mas tenho que dizer
Cê tá de lascar
Cê tá de doer
E se vai continuar enrustido
Com essa cara de marido
A moça é capaz de se aborrecer

Por trás de um homem triste há sempre uma mulher feliz
E atrás dessa mulher mil homens, sempre tão gentis
Por isso para o seu bem
Ou tire ela da cabeça ou mereça a moça que você tem

Não sei se é para ficar exultante
Meu querido rapaz
Mas aqui ninguém o agüenta mais
São três horas, o samba tá quente
Deixe a morena contente
Deixe a menina sambar em paz

Não é por estar na sua presença
Meu prezado rapaz
Mas você vai mal
Mas vai mal demais
São seis horas o samba tá quente
Deixe a morena com a gente
Deixe a menina sambar em paz

um girassol da cor do seu cabelo

Hoje acordei com essa música na cabeça… e tá difícil alguma coisa me tocar ultimamente, tirar uma lágrima que seja de mim. Mas essa canção, na surpresa, inesperadamente, tocou algo guardado lá no fundo, que eu nem sabia estar lá. Por não saber, fica mais bonito, é despertar.

Ouvi ela na quarta passada, no 512 espaço cultural, numa noite linda em que os músicos eram mineiros e fizeram um set list todo mineiro, hehe.

Tá aí a canção do Lô Borges, e na versão dele, que é a mais linda de todas…

Um Girassol da Cor de Seu Cabelo

Composição: Márcio Borges e Lô Borges

Vento solar e estrelas do mar
A terra azul da cor do seu vestido
Vento solar e estrelas do mar
Você ainda quer morar comigo

Se eu cantar não chore não
É só poesia
Eu só preciso ter você
Por mais um dia
Ainda gosto de dançar
Bom dia
Como vai você?

Sol, girassol, verde, vento solar
Você ainda quer dançar comigo
Vento solar e estrelas do mar
Um girassol da cor de seu cabelo

Se eu morrer não chore não
É só a lua
É seu vestido cor de maravilha nua
Ainda moro nesta mesma rua
Como vai você?
Você vem?
Ou será que é tarde demais?

O meu pensamento tem a cor de seu vestido
Ou um girassol que tem a cor de seu cabelo?

« Older entries Newer entries »